Avançar para o conteúdo

Missão

MISSÃO
Proporcionar um espaço de arte em todos os sentidos.

VISÃO
A experiência estética como meio de integração social e crescimento emocional.

VALORES

Respeito
Às artes, aos artistas e a todos que querem ter uma experiência artística;

Integração
Através de um espaço acolhedor e inclusivo;

Empatia
Com os vários públicos;

Qualidade
Nas obras de arte, nos serviços e no relacionamento com os clientes.

A Galeria ARTE CANHOTA é pensada como um espaço artístico para todas a pessoas interessadas em arte, independentemente das dificuldades com que se deparem!

Como Galeria Canhota, pretende-se que método de apresentação da obra seja facilitador da experiência artística, como também levar o artista a trabalhar com o “conceito canhoto” em mente, ou seja, a criar com a ideia de como é que a sua mensagem pode ser inclusivamente fruída, levando-a mais longe e chegando a mais indivíduos.

Será que uma obra que possa ser “inclusivamente” fruída por todos não vale mais do que uma “exclusivamente” fruída por alguns?

Se a economia parece não funcionar assim, do ponto de vista de valor humano, tal não levanta muitas dúvidas, e sendo uma obra de arte concebida por um ser humano para outros seres humanos, este valor parece ser inalienável.

Poucas coisas têm tanto poder de integração de indivíduos como a arte. A vivência artística possibilita o sentimento de capacidade criativa e promove o envolvimento com um dos objetos mais valorizados da sociedade.

Daniela Martins e Rita Nunes da Ponte, ambas canhotas, são as autoras da ideia e
do propósito da Galeria Inclusiva Arte Canhota. A Galeria virtual é desenvolvida enquanto projeto da Criatividade Curativa – Associação de Artes, Terapia e Educação, entidade sem fins lucrativos.

Daniela Martins é licenciada em História da Arte, tem um mestrado em Educação
Artística pela FBAUL.
Neste momento é doutoranda em Educação Artística no IE/UL.
Arte-terapeuta e psicoterapeuta, autora do livro “Arte-Terapia, Criatividade e Simbolismo”, Editora Espiral, de Lisboa.
É presidente da Associação Criatividade Curativa.
Nasceu no Rio de Janeiro em Maio de 1973.

Rita Nunes da Ponte sempre se dedicou às artes, tendo começado aos 10 anos a
estudar violoncelo.
Enquanto artística plástica expõe com alguma regularidade.
Frequentou vários cursos de artes na École Nationale de Beaux Arts de Paris, no AR.CO, na Sociedade Portuguesa de Belas Artes e na Universidade Autónoma.
É arte-terapeuta, psicoterapeuta e formadora.
Nasceu em Lisboa, em Janeiro de 73.

A audiodescrição das obras é realizada em parceria com a M&M Acessibilidade Cultural de São Paulo, com a direção de Daniella Forchetti e consultoria de Vilson Zattera.

Tendo o projeto encontrado na participação de Paulo Rodrigues um corpo tecnológico, o mesmo deve ser considerado como trabalho em progresso.
A tecnologia está em constante evolução, pelo que a cada momento dessa evolução, o website refletirá as mais recentes implementações que tragam facilidade ao acesso inclusivo.
Porém o conceito deverá ser amplo, inclusivo no fruir mas também nas melhorias, pelo que estaremos sempre atentos à resposta da experiência de navegação de todos os utilizadores.
A sua participação é extremamente bem-vinda.

Skip to content